Busca por categoria

Design

Decoração Design Novidades

O minimalismo e elegância da Linha Codice

Design clean e discreto permite que o mobiliário converse com diferentes estilos de decoração.

A Linha Codice é mais uma novidade da Brera Design em parceria do designer italiano Giorgio Rubega. A nova linha de mobiliário chega traduzida com design minimalista que se integra de maneira elegante e leve com todos os ambientes de uma casa contemporânea.

_DSC3677-Editado

Volumes limpos acrescentados a forte tradição industrial trazem flexibilidade e identidade à linha, que tem pés e puxadores estudados para se adaptarem aos vários modelos da coleção.

Flexibilidade

_DSC3711

Versátil, a linha se adapta aos diversos ambientes da casa, como sala de estar, quarto, cozinha ou em algum espaço que necessite de um móvel com design assinado cheio de personalidade.

Diferenciais

_DSC3687

Com excelente ergonomia e cinco diferentes tamanhos, os puxadores podem ser personalidades de acordo com o gosto pessoal e utilizados tanto na vertical quanto na horizontal.  Já o pé, pode ser adaptado a qualquer profundidade em relação ao corpo do mobiliário, que pode ser projetado sobre medida.

_DSC3693-Editado_DSC3706

O puxador e o pé de suporte se repetem como um código em todos os móveis, por isso o nome Codice.  Essa repeticão confere uma identidade comum, assim como as laterais de nove milímetros (9mm), que também se repetem em todos os volumes.

Personalização

_DSC3752

A linha explora a versatilidade e pode ser feita de acordo com uma variedade de acabamentos em pintura opaca, mdf colorido, maderado e até a opção de mármore em algumas peças.

_DSC3739-Editado

Gostou da novidade da Brera Design? Então entre em contato com a gente e se apaixone ainda mais.

Decoração Design Novidades

Linha Harmonia: mobiliário que vai além do design e da funcionalidade

Lançada no DW! deste ano, a linha despertou a curiosidade e inspirou quem estava em busca de um móvel dinâmico, criativo e rico em detalhes 

Se alguém te falasse que um móvel seria capaz de despertar e provocar mais do que dois sentidos: o tato e a visão, certamente você ficaria, no mínimo, curioso. E a linha Harmonia, da Brera Design, te mostra exatamente isso, que é possível interagir com um móvel usando outros sentidos, como a audição, por exemplo. A linha traz o lado conceitual de uma peça com design assinado junto ao lado funcional, que não é apenas estético e nem estático.

Imagem1

A linha Harmonia teve como inspiração as várias técnicas de produzir e interp­retar o som na cultura brasilera. É uma expressão física da música ritmada. “Acredito que um projeto autoral é o resultado do que se vive. Com a Harmonia, busquei dar a minha interpretação, materializando meu olhar externo sobre a cultura brasileira. Isso resultou em um móvel com design único. Formas coloridas e assimétricas, com uma superfície dinâmica, que é reflexo de uma sociedade multiétnica e animada, onde o ritmo, a música e a cultura são testemunhas na história da população”, afirma o designer da Brera Design, Giorgio Rubega.

brera design

Uma peça que deseja entrar em harmonia com a pessoa e com o lugar onde ele está inserido através de um sistema de som via bluetooth completamente oculto. A linha explora a tecnologia de uma maneira inédita no design, onde um dos nichos é utilizado para expandir o som.

brera 2 brera 3 brera 4

Quatro paletas de cores estão disponíveis para a personalização do aparador Harmonia, sendo elas: Urban, Terra, Céu e Brasil. É possível, através dessa paleta, mudar as cores da porta e do interior do móvel. O aparador também exibe um nicho porta-copo que se integra com o corpo do mobiliário, explorando ainda mais todos os seus sentidos.

brera 5

A linha já está à venda. Entre em contato conosco aqui.

brera 6

Design Dicas

16 cidades para visitar se você ama design

Geralmente associamos as grandes cidades – como Londres, Paris, Nova Iorque, Milão – como fonte para pesquisa de tendências no segmento de arte, moda e design, porém o mundo está em constante mudança e lugares nunca, talvez, pensados podem ser um verdadeiro local para expandir a criatividade e sair do roteiro mais popular.

Fizemos uma lista com 16 destinos que estão fazendo seu nome dentro da esfera do design contemporâneo. Alguns locais exibem suas raízes que remontam a milênios, enquanto outros estão apenas desenvolvendo sua personalidade estética.

Se você é um designer que procura inspiração para o seu próprio trabalho, ou simplesmente é um amante do design, estas são as cidades que certamente devem estar em sua lista de futuras viagens.

Detroit, Michigan
Desde 2012, a cidade recebe anualmente o Detroit Design Festival e em 2015 tornou-se a primeira (e única) cidade dos EUA chamada pela Unesco de City of Design.

detroit michigan
Foto: Scott Legato / Getty Images

Turim, Itália
Turim também está passando por uma revitalização criativa – e, assim como Detroit, tem suas raízes em automóveis. Mas hoje a cidade promove uma gama diversificada de indústrias criativas através do Comitê Diretivo de Rede Criativa (Creative Network Steering Committee), que tem um foco especial em fomentar o potencial da população jovem.

turin italia

Foto: De Agostini / Getty Images

Dundee, Escócia
Com raízes no design têxtil e construção naval, Dundee desenvolveu uma cena contemporânea que se destaca nos campos de design digital, arte e joias. Em breve será palco de um ramo do London’s Victoria & Albert Museum, programado para inaugurar em 2018.

escócia dundee

Foto: UIG via Getty Images

Nagoya, Japão
O núcleo da indústria criativa da cidade é o International Design Centre Nagoya, fundado em 1992 com o objetivo de promover o desenvolvimento industrial e cultural da cidade. Ele funciona tanto como um museu de design, como um sistema de apoio para empresas e pessoas criativas locais.

nagoya japão

Foto: UIG via Getty Images

Tel Aviv, Israel
A obra estética de Tel Aviv transita entre edifícios da Bauhaus às miríades de galerias de arte que mostram obras contemporâneas de artistas locais. Um local certamente para conhecer.

tel aviv israel
Foto: UIG via Getty Images

Jaipur, Índia
Se quiser estimular seus sentidos vá para Jaipur. Com séculos de história, a cidade exibe palácios ornamentados, os famosos edifícios de cor salmão e até pavões que vagueiam pelas ruas. Quanto aos produtos de design, você encontrará de tudo.

JAIPUR INDIA

Foto: JTB Photo / Getty Images

Curitiba, Brasil
Curitiba é um excelente exemplo de planejamento urbano sustentável com mais de 500 metros quadrados de espaço verde por residente. Hoje é uma das principais cidades culturais do Brasil com uma cena de design rica e crescente.

curitiba brasil

Foto: UIG via Getty Images

Tbilisi, Georgia
Localizado ao longo das rotas de comércio leste-oeste, Tbilisi teve uma longa história abrangendo muitos impérios. Você encontrará estilos arquitetônicos que vão desde medieval, neoclássico à stalinista. Sua indústria da moda foi trazida para uma fase global em 2015, quando o designer local Demna Gvasalia tornou-se diretor artístico da Balenciaga.

Tbilisi, Georgia

Foto: Dean Mouhtaropoulos / Getty Images

Helsínquia, Finlândia
Designado como Distrito de Design de Helsínquia, o bairro de Punavuori é parada obrigatória para os amantes de design. Lá é possível encontrar tudo: desde lojas de móveis até grandes boutiques de moda.

Helsinki, Finland

Foto: DEA / T. E G. Baldizzone / Getty Images

Zagreb, Croácia
Deve haver magia na indústria automotiva porque como Detroit e Turim, Zagreb exibe força nesse segmento, assim como em indústrias de design contemporâneo. Visite o bairro de Martićeva, lá é possível encontrar muitos estúdios de design.

Zagreb croacia

Foto: JTB Photo / Getty Images

Bilbao, Espanha
A primeira imagem que vem a mente quando se pensa em Bilbao é, provavelmente, uma visão do icônico Guggenheim, de Frank Gehry, mas o museu é apenas uma peça do quebra-cabeça da cidade que exala design.

bilbao espanha

Foto: Rafa Rivas

Buenos Aires, Argentina
Conhecida como a Paris da América do Sul, Buenos Aires foi influenciada pela capital francesa durante séculos – e isso se aplica também ao seu patrimônio de design -, mesmo tendo desenvolvido um estilo próprio. Vale os passeios Pela Recoleta, San Telmo e Palermo.

buenos aires argentina
Foto: Moment Editorial/Getty Images

Shenzhen, China
Shenzhen é uma das maiores e mais importantes cidades da China, localizada na província de Guangdong, no sul do país, ao norte de Hong Kong. A cidade tem visto quase quatro décadas de crescimento desinibido em planejamento urbano e design. Moda e arquitetura são fortes por lá.

Shenzhen, China

Foto: Daniel Berehulak / Getty Images

Cidade do México, México
Com uma animada cena cultural que abrange tanto as artes visuais quanto performance, não é nenhuma surpresa que Cidade do México prospera em arquitetura e design também. A Design Week México é realizada na cidade desde 2009.

Mexico City, Mexico

Foto: Moment Editorial / Getty Images

Seoul, Coréia do Sul
Além da cultura pop coreana ter se tornado fenômeno global, Seul se destaca, principalmente, pela força que tem em design. Em 2010 foi nomeado não somente a World Design Capital, mas também designado pela Unesco como uma das Cidades do Design (Unesco City of Design).

Seoul, South Korea

Foto: Ed Jones / Getty Images

Nairobi, Kenya
A cena criativa na África esta crescendo, desde 2015 Nairobi recebe anualmente a Nairobi Design Week. Se você estiver na cidade, visite o GoDown Arts Center, um armazém convertido em estúdios de artistas, ótimo local para descobrir o que está em alta na arte queniana.

Nairobi, Kenya

Foto: Wolfgang Kaehler / Getty Images